Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    46.592,65
    -126,16 (-0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Petrobras recebeu ofertas por 5 refinarias, diz Castello Branco

Peter Millard
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Petrobras recebeu ofertas para cinco de suas oito refinarias que estão à venda, dentro da estratégia de fazer desinvestimentos para reduzir dívidas e melhorar a eficiência, segundo o presidente-executivo Roberto Castello Branco.

Os preços do diesel no Brasil não são caros em comparação com outros países, e quebrar o monopólio de refino da Petrobras vai melhorar a competição da indústria, disse ele em uma videoconferência nesta quinta-feira. Sob as administrações anteriores, a empresa perdeu dinheiro com a venda de combustível importado devido à pressão política, disse o CEO, acrescentando que a Petrobras atualmente vende combustível a preços de mercado.

Os caminhoneiros estão atualmente ameaçando uma greve no Brasil a partir de 1/fevereiro que pode atrapalhar o transporte de uma safra recorde de soja e o governo avalia fazer reduções nos impostos sobre os combustíveis.

NOTA: Bolsonaro: Governo estuda medidas para conter aumento do diesel

Título em inglês:Petrobras Has Received Offers for 5 Refineries, CEO Branco Says

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.