Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.586,94
    +142,71 (+0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Petrobras recebe R$10,3 bi da CNOOC referente à venda de participação em Búzios

Logo da Petrobras na fachada da sede da empresa

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras recebeu nesta quinta-feira 10,3 bilhões de reais, ou 1,9 bilhão de dólares, da chinesa CNOOC, referente à cessão de 5% de sua participação no contrato de partilha de produção do volume excedente da cessão onerosa, para o campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, informou a empresa em fato relevante.

Após a efetividade da transação, a Petrobras passará a deter 85% de participação no contrato de partilha de produção do excedente da cessão onerosa do campo de Búzios, enquanto a CNOOC Petroleum Brasil (CPBL) deterá 10% e a CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda (CNODC), 5%.

Já as participações na jazida compartilhada de Búzios, incluindo as parcelas do contrato de cessão onerosa e do contrato de concessão BS-500 (100% Petrobras), serão de 88,99% da Petrobras, 7,34% da CPBL e 3,67% da CNODC.

(Por Marta Nogueira)