Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.750,59
    -2.746,14 (-5,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Petrobras reage e lidera recuperação do Ibovespa nos primeiros negócios

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista ensaiava uma recuperação nos primeiros negócios desta terça-feira, guiada pela reação das ações da Petrobras, um dia após a estatal perder 74 bilhões de reais em valor de mercado por preocupações sobre interferência do governo Bolsonaro na empresa.

Às 10:15, o Ibovespa subia 1,29%, a 114.124,68 pontos.

O Ibovespa caiu 4,87% na segunda-feira, a 112.667,70 pontos, maior queda percentual diária desde 24 de abril do ano passado, com investidores enxergando aumento relevante do risco de interferência do governo em estatais. Petrobras despencou mais de 20% e Banco do Brasil desabou 11,65%.

(Por Paula Arend Laier)