Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    43.761,85
    -3.263,29 (-6,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,99 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7646
    +0,0257 (+0,38%)
     

Petrobras puxa alta do Ibovespa, mas Vale e Itaú Unibanco pesam

Paula Arend Laier
·3 minuto de leitura
Sede B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta terça-feira, apoiado pelo cenário externo e percepção de melhora no risco político no país, além da alta robusta de Petrobras. O índice, porém, não conseguiu se manter acima dos 119 mil pontos, pressionado por Vale e Itaú Unibanco.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,61%, a 118.233,81 pontos, tendo alcançado 119.805,18 pontos na máxima da sessão. O volume financeiro somou 38 bilhões de reais.

Parlamentares elegeram na noite de segunda-feira Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara dos Deputados e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para comandar o Senado, ambos com votação expressiva e apoio do governo federal, acabando com um fator de volatilidade para o mercado.

Esse desfecho, na visão do líder de mesa de renda variável e sócio na BlueTrade, Bruno Moura, traz uma expectativa melhor para a aprovação das reformas, bem como pode dar maior agilidade nas privatizações. Essa percepção se reflete nos preços das ações de estatais como Eletrobras e no mercado como um todo.

"É uma cozinha mais bem organizada em termos políticos, pelo menos é essa a expectativa que o mercado tem", afirmou.

No exterior, Amazon.com e Alphabet subiram na expectativa de divulgação de resultados trimestrais após o fechamento do mercado. O movimento fortaleceu Wall Street, que ainda encontrou respaldo no otimismo com o progresso nas discussões de novos estímulos fiscais nos Estados Unidos.

O petróleo fechou em alta de mais de 2%, tocando máximas em 12 meses, após produtores relevantes mostrarem que estão controlando a produção conforme prometido.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subiu 4,1%, beneficiada pela alta do preço do petróleo no exterior, com noticiário incluindo que a petrolífera começou negociação com Eneva para venda de concessões no Polo Urucu, bem como aval do Cade para assumir fatia da Total em blocos na Foz do Amazonas. Fontes também afirmaram à Reuters que a Petrobras está considerando vender fatia remanescente na BR Distribuidora se a ação da companhia atingir 26 reais. BR DISTRIBUIDORA ON fechou em baixa de 1,81%, a 23,34 reais. Após o fechamento, a Petrobras divulgou dados de produção e vendas.

- ITAÚ UNIBANCO PN caiu 2,13%, enfraquecendo os papéis do setor. O banco teve queda no lucro recorrente no quarto-trimestre e estimou queda nas provisões em 2021, mas elevação na inadimplência neste ano. No setor, SANTANDER BRASIL UNIT, que apresenta resultado antes da abertura do pregão na quarta-feira, subiu 0,49%. BRADESCO PN, que divulga balanço após o fechamento do mercado na quarta-feira, recuou 0,41%.

- VALE ON perdeu 3,96%, contaminada pelo tombo dos preços do minério na China. Participantes do mercado adotaram cautelosa antes do feriado de Ano Novo Lunar na China, que dura uma semana a partir de 11 de fevereiro.

- TOTVS ON saltou 6,77%, ajudada por comentários positivos de analistas do Credit Suisse, que elevaram a recomendação dos papéis para "outperform" e o preço-alvo para 35 reais, de 27 reais anteriormente.

- B2W ON disparou 6,87%, puxando também sua controladora LOJAS AMERICANAS PN, que subiu 5,62%. VIA VAREJO ON valorizou-se 6,26% e MAGAZINE LUIZA ON terminou em alta de 1,48%. Em relatório sobre comércio eletrônico, a XP Investimentos, porém, estimou desaceleração do ritmo de crescimento do canal online de vendas, bem como continua a ver as margens brutas pressionadas.