Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +1,87 (+2,61%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    32.114,71
    -3.644,58 (-10,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,76
    -71,59 (-8,42%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.137,50
    +102,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    -0,0607 (-1,01%)
     

Petrobras pede que BR apoie oferta para venda de fatia restante na empresa

·2 minuto de leitura
Logo da BR Distribuidora em posto de combustíveis em Natal (RN)

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras informou que enviou nesta sexta-feira uma carta à BR Distribuidora na qual solicitou cooperação para a implementação de uma oferta secundária visando a venda de sua participação restante na companhia, de 37,50%.

A realização da operação (follow-on) "estará sujeita, entre outros fatores, às condições de mercado" e aprovação de órgãos internos da companhia, "notadamente quanto ao preço", além de análise da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), disse a Petrobras em fato relevante.

"A presente comunicação não deve ser considerada como anúncio de oferta no Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer outra jurisdição", acrescentou a estatal, ao destacar que a operação visa otimização de seu portfólio de ativos.

Em comunicado à parte, a BR Distribuidora confirmou ter recebido a carta com o pedido da Petrobras, reiterando que o anúncio desta sexta-feira tem caráter "meramente informativo".

A intenção da Petrobras de sair completamente do capital da BR já é conhecida e faz parte da estratégia da empresa para reduzir sua dívida e focar as atividades em exploração e produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas, essencialmente o pré-sal.

A petroleira, que vem aguardando um momento oportuno para a realização da venda, não deu mais detalhes sobre como a distribuidora poderá cooperar na transação.

Em maio, o presidente da BR, Wilson Ferreira Jr., afirmou em uma conferência com analistas e investidores que se encontraria com o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, e que um dos temas das conversas entre os dois seria a venda dos papéis pela petroleira.

Também em maio, a Reuters publicou que a Petrobras planejava realizar o follow-on ainda neste ano, em uma operação que poderia render mais de 8 bilhões de reais, segundo três fontes com conhecimento do assunto.

(Por Luciano Costa e Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos