Mercado fechará em 2 h 57 min
  • BOVESPA

    119.373,83
    -190,61 (-0,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.893,89
    +494,09 (+1,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,66
    -0,97 (-1,48%)
     
  • OURO

    1.816,00
    +31,70 (+1,78%)
     
  • BTC-USD

    56.931,96
    -450,22 (-0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.482,55
    +11,13 (+0,76%)
     
  • S&P500

    4.182,32
    +14,73 (+0,35%)
     
  • DOW JONES

    34.402,00
    +171,66 (+0,50%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.575,75
    +84,75 (+0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    -0,0523 (-0,81%)
     

Petrobras manifesta interesse em direito de preferência por Sépia e Atapu

·1 minuto de leitura
Logo da Petrobras fotografado no Rio de Janeiro (RJ)

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras manifestou ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) o interesse em exercer seu direito de preferência na segunda rodada de licitações dos volumes excedentes da cessão onerosa, que envolverá as áreas de Sépia e Atapu, informou a companhia nesta quarta-feira.

Segundo fato relevante publicado pela estatal, a diretoria executiva da empresa aprovou a manifestação do interesse nas áreas com percentual de 30%.

A Petrobras afirmou que os valores correspondentes aos bônus de assinatura a serem pagos, diante dos percentuais de participação estabelecidos, serão de 1,2 bilhão de reais para Atapu e 2,14 bilhões de reais para Sépia.

"A manifestação do interesse está em linha com o Plano Estratégico da companhia, com foco na concentração dos seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultraprofundas", acrescentou a petroleira.

O CNPE havia aprovado no último dia 20 de abril as diretrizes para o leilão. A Petrobras possuía 30 dias para manifestar seu direito de preferência.

O certame está previsto para ocorrer em dezembro. Sépia e Atapu já haviam sido ofertadas em um leilão anterior da cessão onerosa, em 2019, mas não receberam ofertas à época.

(Por Gabriel Araujo)