Mercado fechado

Petrobras inicia fase não vinculante para venda da BSBios Biodiesel

Poliana Santos
Petrobras inicia fase não vinculante para venda da BSBios Biodiesel

A Petrobras (PETR4) comunicou aos seus investidores, na última quinta-feira (23), que deu inicio a fase vinculante referente à venda da totalidade das ações da BSBios Biodiesel pela sua subsidiária integral Petrobras Biocombustíveis (PBio).

De acordo com o fato relevante, os potenciais compradores vão receber um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre a BSBios. Além disso, no documento da Petrobras, há instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes.

A PBio detém 50% de participação na BSBios e realizará a venda em conjunto com a sua sócia, a RP Biocombustíveis, que detém os 50% restantes, através de processo competitivo conduzido exclusivamente pela PBio.

"Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da Petrobras, visando à maximação de valor para seus acionistas", afirmou a estatal.

Petrobras deve levantar R$ 3,3 bi com venda da TAG

A estatal informou que pretende levantar mais de R$ 3,35 bilhões com a venda da fatia remanescente de 10% na Transportadora Associada de Gás (TAG).

A Petrobras espera que a negociação seja concluída com prêmio em relação ao valor pago pela Engie (EGIE3) e pelo fundo canadense Caisse de Dépôt et Placement du Québec (CDPQ) pela aquisição, em julho do ano passado, de 90% da TAG.

Confira Também: Agenda do Dia: Petrobras; Vale; EDP; Minerva; Nubank

O montante pago por 90% de participação na transportadora foi de R$ 33,5 bilhões. O diretor de relações institucionais da petrolífera, Roberto Ardhenguy, já havia salientado, no mês passado, que para adquirir participação total na empresa, o valor pago por cada papel seria maior.

“Quando você quer adquirir o controle total, você tem de pagar mais”, afirmou o diretor.

O processo de venda da fatia restante da Petrobras na transportadora teve início na última sexta-feira (17). Segundo um comunicado publicado pela estatal, a venda tem como objeto otimizar o portfólio da companhia e melhorar a alocação de capital para maximizar os lucros aos acionistas.