Mercado fechado

Petrobras e YPFB chegam a acordo para reduzir obrigação de fornecimento de gás

Gasoduto cruzando a região de Tarenda, Bolívia

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras assinou novo aditivo ao contrato de suprimento de gás natural que possui junto à boliviana YPFB, que prevê redução da obrigação de fornecimento pela companhia andina, informou a estatal brasileira em comunicado nesta sexta-feira.

O aditivo reduz a obrigação de entrega da YPFB à Petrobras do atual volume de 30,08 milhões de metros cúbicos por dia para 20 milhões m³/d, "permitindo que o excedente de volume de gás natural possa ser comercializado diretamente pela YPFB com outros agentes de mercado no Brasil", acrescentou.

O acerto refere-se a um volume de gás contratado em 1999, no início da operação do gasoduto Bolívia-Brasil, e que ainda não foi retirado pela Petrobras.

"A celebração deste aditivo ratifica o compromisso da Petrobras com a abertura do mercado brasileiro de gás natural, estimulando sua concorrência ao incentivar a entrada de novos agentes", afirmou a estatal, destacando que isso estava previsto em Termo de Cessação de Conduta assinado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Uma subsidiária local da YPFB recebeu autorização do governo brasileiro em janeiro para realizar importações de gás para o país, visando atendimento a mercados nos Estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


(Por Luciano Costa)