Mercado abrirá em 3 h 7 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,63
    +0,62 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.794,10
    -3,90 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    16.831,16
    +39,85 (+0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,28
    -6,75 (-1,68%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.493,52
    +4,33 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.526,00
    +16,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Petrobras busca explorar Margem Equatorial e descarbonizar, diz CEO

Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras busca explorar novas fronteiras de petróleo e gás, como a Margem Equatorial, e também se prepara para a transição energética por meio de investimentos em combustíveis renováveis e em ações de descarbonização, disse o presidente da empresa, Caio Paes de Andrade, na abertura da conferência Rio Oil & Gas.

Em uma rara fala em público desde que assumiu o posto em junho, ele lembrou que a companhia planeja investir 2,8 bilhões de dólares em cinco anos em medidas de descarbonização. Disse também que a Petrobras busca ser cada vez mais resiliente e preparada para atuar de forma "sustentável, segura e competitiva no longo prazo".

Em tratamento contra um câncer, o executivo disse em vídeo exibido na abertura do evento que o Brasil está na rota da melhoria do ambiente dos negócios, redução da burocracia e ampliação da segurança jurídica.

(Por Rodrigo Viga Gaier; texto de Roberto Samora)