Mercado fechará em 5 h 29 min
  • BOVESPA

    124.433,74
    -1.241,59 (-0,99%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.322,73
    -311,87 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,74
    +0,12 (+0,16%)
     
  • OURO

    1.828,00
    -7,80 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    39.019,45
    -700,74 (-1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    925,89
    -24,01 (-2,53%)
     
  • S&P500

    4.399,63
    -19,52 (-0,44%)
     
  • DOW JONES

    34.991,01
    -93,52 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.047,74
    -30,68 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.948,75
    -89,00 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0715
    +0,0310 (+0,51%)
     

Petrobras assina acordo de coparticipação do campo de Itapu com PPSA

·1 minuto de leitura
Logo da Petrobras fotografado em São Paulo (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta segunda-feira que assinou com a estatal Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA) acordo de coparticipação do campo de Itapu, que regulará a coexistência dos contratos de cessão onerosa e partilha no ativo, localizado no pré-sal da Bacia de Santos.

De acordo com fato relevante, foram alinhadas participações de 51,7% para a cessão onerosa, com volume recuperável total de 350 milhões de barris de óleo equivalente (boe), e 48,3% para partilha de produção, com volume recuperável de 319 milhões de boe.

"As negociações foram iniciadas logo após a licitação, ocorrida em 6 de novembro de 2019, em que a Petrobras adquiriu 100% dos direitos de exploração e produção do volume excedente da Cessão Onerosa do campo de Itapu", afirmou a petroleira.

"O valor da compensação total devida ao Contrato de Cessão Onerosa (100% Petrobras) pelo Contrato de Partilha de Produção é de aproximadamente 1,274 bilhão de dólares, que será integralmente recuperado como Custo em Óleo pela Petrobras, como contratada", acrescentou a companhia.

A efetividade do acordo ainda está sujeita à aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos