Mercado fechado

Petrobras anuncia redução de R$ 0,25 no preço da gasolina

Essa é a quarta vez que a Petrobras diminui o preço do combustível (Getty Image)
Essa é a quarta vez que a Petrobras diminui o preço do combustível (Getty Image)
  • O preço do combustível deve cair de R$ 3,53 para R$ 3,28, segundo a Petrobras

  • Governo tem trabalhado para abaixar o preço da gasolina na época eleitoral

  • O valor da gasolina também depende de impostos federais e estaduais

A partir de sexta-feira (2), o preço do combustível da Petrobras deve cair de R$ 3,53 para R$ 3,28, em uma redução de R$ 0,25. Mesmo com a diminuição de 7% no valor de repasse para as distribuidoras, os demais combustíveis não terão seus preços alterados.

No dia 19 de agosto ocorreu uma redução de R$ 0,18 em em comparação com o valor anterior. De acordo com a Petrobras, esse abatimento acompanha a evolução dos valores de referência e tenta estabelecer uma posição melhor no mercado.

"Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio", diz a estatal em nota.

Nas vésperas da eleição, em menos de 50 dias, essa é a quarta vez que a petroleira diminui o preço do combustível. Somando os valores desde o primeiro desconto, anunciado no dia 19 de julho, a gasolina vendida para as refinarias ficou R$ 0,78 mais barata.

O combustível pode ficar mais barato nos próximos dias com a mudança. No entanto, o valor da gasolina também depende de impostos federais e estaduais. A margem de lucro de distribuidores e revendedores também precisa ser levada em consideração.

Para tentar reduzir os preços, o governo federal lançou decreto que limita em 17% ou 18% a alíquota do ICMS sobre esses produtos. Para tornar esse processo mais evidente, os postos foram obrigados a mostrar qual era o valor da gasolina antes da redução do imposto.