Mercado fechará em 2 h 17 min
  • BOVESPA

    115.773,17
    -690,89 (-0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.035,10
    -1.018,46 (-2,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,15
    +0,54 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.846,40
    -4,50 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    30.800,19
    -1.024,01 (-3,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    622,42
    -17,50 (-2,73%)
     
  • S&P500

    3.791,82
    -57,80 (-1,50%)
     
  • DOW JONES

    30.606,68
    -330,36 (-1,07%)
     
  • FTSE

    6.566,68
    -87,33 (-1,31%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.258,00
    -227,50 (-1,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5421
    +0,0313 (+0,48%)
     

Petrobras anuncia processo para venda de 3 unidades de biodiesel

Por Roberto Samora
·1 minuto de leitura
.

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta sexta-feira o início do processo para a venda, pela sua subsidiária integral de biocombustíveis PBIO, de três usinas de biodiesel, segundo fato relevante.

A transação não inclui a venda das participações societárias da PBIO na BSBios (50%) e na Bambuí Bioenergia (8,4%), ressaltou a Petrobras.

A PBIO foi fundada em 2008 e é uma das maiores produtoras de biodiesel do país, com 5,5% de market share em 2019, de acordo com a estatal.

A empresa quer vender as usinas de biodiesel em Montes Claros (MG), com capacidade produtiva de 167 mil m3/ano; Candeias (BA), com capacidade produtiva de 304 mil m3/ano, e Quixadá (CE), em estado de hibernação com capacidade produtiva de 109 mil m3/ano.

As três usinas são capazes de utilizar uma mistura de até 5 matérias-primas diferentes (óleo de soja, de algodão e de palma, gordura animal e óleos residuais) para produção de biodiesel, capturando vantagens na dinâmica sazonal dos preços.

Os projetos de desinvestimento das participações detidas pela PBIO na BSBios e Bambuí Bionergia estão em andamento separadamente, acrescentou a Petrobras.

Segundo a Petrobras, esses desinvestimentos estão alinhados às estratégias de otimização de portfólio e melhor alocação de capital da companhia.

A petroleira tem dado impulso a vendas de ativos para reduzir sua dívida e focar na produção e exploração de recursos em águas profundas e ultra-profundas, no pré-sal.