Mercado abrirá em 9 h 4 min
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,44
    -0,02 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.763,00
    -3,80 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    63.103,20
    +55,08 (+0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.401,81
    +20,86 (+1,51%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    6.983,50
    +43,92 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    28.842,06
    +48,92 (+0,17%)
     
  • NIKKEI

    29.757,37
    +114,68 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    13.973,25
    -40,75 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7118
    -0,0093 (-0,14%)
     

Petrobras analisa em abril indicação de Joaquim Luna à presidência

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

A Petrobras convocou Assembleia Geral Extraordinária para a eleição dos membros do Conselho de Administração da empresa para o dia 12 de abril. A reunião será feita de forma digital. A assembleia também analisará o nome do general Joaquim Silva e Luna, indicado pelo governo federal para substituir Roberto Castello Branco na presidência da empresa, e elegerá um novo presidente para o Conselho.

O Conselho de Administração da Petrobras tem 11 membros, mas apenas oito serão escolhidos na assembleia, pois três deles permanecerão nos cargos. São eles: os representantes dos empregados, dos detentores de ações preferenciais e dos acionistas minoritários.

Para os cargos que serão renovados, a União indicou oito nomes e os acionistas minoritários indicaram um nome.

A Assembleia poderá decidir se a eleição será por voto múltiplo ou se aceita os oito nomes indicados pela União. Caso decida-se pelo voto múltiplo, as indicações do governo concorrem com o nome indicado pelos acionistas minoritários.

Os nomes do governo são o general Joaquim Silva e Luna, Eduardo Bacellar Leal Ferreira (atual presidente do Conselho), Ruy Flaks Schneider (que já é conselheiro), Márcio Andrade Weber, Murilo Marroquim de Souza, Sonia Julia Sulzbeck Villalobos, Cynthia Santana Silveira e Ana Silva Corso Matte.

Já o nome indicado pelos acionistas minoritários é o advogado Leonardo Pietro Antonelli, que atualmente integra o conselho representando esse mesmo grupo.