Mercado fechará em 5 h 30 min

Petrobras amplia exames de triagem e afirma que já testou 26 mil para coronavírus

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras tem ampliado a aplicação de testes para detecção do novo coronavírus, que já foram realizados em cerca de 18% das 150 mil pessoas envolvidas nas operações da empresa, entre funcionários e terceiros, informou a petroleira em comunicado nesta sexta-feira.

De acordo com a companhia, 77% dos 26 mil testes realizados até agora tiveram propósito de triagem, ao examinar profissionais antes do início de atividades em plataformas marítimas ("offshore") e instalações em terra.

"Com essa medida, a Petrobras consegue identificar pessoas sem qualquer sintoma, mas com presença de anticorpos que podem indicar vírus em estágio ativo e possibilidade de contágio", disse a estatal, que não revelou o número de testes que tiveram resultado positivo.

Os exames cobrem tanto funcionários da Petrobras quanto de empresas contratadas. Em caso de diagnóstico positivo, segundo a companhia, os trabalhadores são proibidos de acessar áreas operacionais e orientados a cumprir isolamento com acompanhamento da equipe de saúde da petroleira.

Em 22 de maio, a companhia informava ter registrado 181 funcionários diretos com coronavírus em estágio ativo, contra 243 na semana anterior. A estatal tem 46,4 mil empregados, mas o número fica próximo de 150 mil se incluídos os terceirizados.

O Brasil é o segundo país com maior número de casos de coronavírus do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e terceiro com maior quantidade de mortos, abaixo dos EUA e do Reino Unido. Na véspera, o Ministério da Saúde confirmou 614.941 infecções e 34.021 óbitos até o momento.


(Por Gabriel Araujo)