Mercado abrirá em 1 h 13 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,47
    +0,20 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.867,90
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    45.478,50
    -197,09 (-0,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.266,92
    +69,00 (+5,76%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.059,73
    +26,88 (+0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.377,00
    +73,50 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4424
    +0,0325 (+0,51%)
     

Petrobras afirma que liminar não impacta discussão em assembleia sobre dividendos

·1 minuto de leitura
Logo da Petrobras fotografado em São Paulo (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras disse que uma decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª Região sobre a migração da gestão operacional do plano de saúde da companhia, que poderia impedir deliberação sobre dividendos em assembleia, foi reconsiderada e não terá impactos.

A decisão havia sido obtida pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), que declarou mais cedo que a medida afetaria diretamente uma assembleia da estatal agendada para esta quarta-feira, na qual haverá decisão sobre dividendos aos acionistas.

"A referida liminar foi reconsiderada pelo Tribunal e, portanto, não há qualquer impacto nas matérias a serem deliberadas na Assembleia Geral Ordinária (AGO), marcada para a data de hoje às 15h", disse a Petrobras em comunicado na tarde desta quarta-feira.

(Por Luciano Costa)