Mercado fechará em 10 mins
  • BOVESPA

    109.844,50
    -391,26 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.256,62
    +448,41 (+0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,94
    +2,01 (+2,19%)
     
  • OURO

    1.802,60
    -11,10 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    24.189,91
    +545,61 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,87
    -1,88 (-0,33%)
     
  • S&P500

    4.204,05
    -6,19 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    33.311,00
    +1,49 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.307,75
    -84,25 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3207
    +0,0743 (+1,42%)
     

Petrobras acerta com Bunge fornecimento de óleo de soja para diesel R5

Logo da Petrobras em refinaria de Paulínia

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras celebrou contrato para aquisição de óleo de soja refinado da Bunge destinado à produção de diesel com conteúdo renovável R5, a ser produzido na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), no Paraná.

A matéria-prima começou a ser fornecida à Petrobras no final de julho, e a produção do combustível ocorrerá em setembro de 2022, segundo nota à imprensa. Cerca de 1,5 milhão de litros serão destinados aos primeiros testes comerciais do produto.

O diesel R5 é produzido a partir do coprocessamento de óleos vegetais, neste caso de óleo de soja refinado, com óleo diesel.

Atualmente, está em discussão no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) a possibilidade de o combustível com conteúdo renovável, produzido em unidades dedicadas ou por coprocessamento com óleos vegetais, também ser considerado no mandato de biocombustível presente no óleo diesel comercializado nos postos de combustíveis.

A aprovação do diesel R5 poderia elevar o conteúdo de mistura renovável na formulação do produto.

Segundo o comunicado, o combustível sairia da refinaria com cerca de 95% de diesel mineral (derivado do petróleo) e 5% de diesel renovável. E as distribuidoras fariam a adição dos 10% de biodiesel éster, conforme estabelece a legislação atual.

A Petrobras planeja expandir a produção do diesel com conteúdo renovável para mais duas refinarias no Sudeste e, futuramente, ter uma unidade dedicada ao processamento da matéria-prima renovável. Os investimentos, até 2026, são estimados em 600 milhões de dólares.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos