Petróleo WTI fecha em alta de 1,42%

Nova York, 16 nov (EFE).- O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira em alta de 1,42%, cotado a US$ 86,67 por barril, perante a escalada do conflito na Faixa de Gaza após a ofensiva israelense, que cumpriu seu terceiro dia com a morte até agora de 28 palestinos e três israelenses.

No fechamento da última sessão da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de WTI para entrega em dezembro, os de mais próximo vencimento, subiram US$ 1,22 ao preço de fechamento da quinta-feira.

Assim, o WTI acumula esta semana alta de 0,69%, e isso apesar da queda de 1% que sofreu na véspera, depois do aumento das reservas de petróleo nos EUA na semana passada.

O alto aumento de sexta-feira aconteceu no meio das preocupações sobre se a tensão no Oriente Médio que está originando o conflito entre israelenses e palestinos na Faixa de Gaza acabe impactando sobre a provisão mundial de petróleo.

Os operadores acompanharam de perto a explosão da plataforma de produção de petróleo e gás natural no Golfo do México da empresa Black Elk Energy, que deixou dois mortos, quatro feridos e dois desaparecidos na costa da Louisiana.

Os contratos de gasolina com vencimento em dezembro subiram US$ 0,02 e fecharam em US$ 2,71 por galão (3,78 litros), de modo que acumularam alta semanal de 0,74%.

Os de gasóleo para calefação também para entrega esse mês subiram US$ 0,01 centavo e fecharam a US$ 2,98 por galão, embora nos últimos cinco dias tenham caído 0,6%.

Enquanto isso, os contratos de gás natural com vencimento em dezembro subiram US$ 0,09 para US$ 3,79 dólares por cada mil pés cúbicos, acumulando forte alta semanal de 8,3%. EFE

Carregando...