Petróleo do Texas fecha em queda de 0,43%

Nova York, 10 dez (EFE).- O petróleo do Texas caiu nesta segunda-feira 0,43% e fechou em US$ 85,56 por barril, sua quinta queda consecutiva, em um dia marcado pela incerteza sobre o futuro da Itália depois do anúncio da renúncia do primeiro-ministro Mario Monti.

No fechamento da primeira sessão da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em janeiro, os de mais próximo vencimento, diminuíram US$ 0,37 em relação ao fechamento de sexta-feira.

Os operadores optaram novamente pelas vendas de futuros do WTI depois que Monti anunciou no sábado que apresentará sua renúncia irrevogável após a aprovação do orçamento, que pode ser ratificado antes de 25 de dezembro, data até a qual provavelmente a incerteza nos mercados se manterá.

O petróleo chegou desta forma a sua quinta queda consecutiva, afetado além disso pela preocupação gerada pelo "abismo fiscal", como foram chamadas as altas de impostos e cortes do gasto público que entrarão em vigor em janeiro nos EUA se o Congresso não chegar antes a um acordo para uma redução do déficit.

Já os contratos de gasolina com vencimento em janeiro permaneceram sem mudanças e fecharam de novo em US$ 2,59 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação para entrega em janeiro caíram US$ 0,02 e fecharam em US$ 2,89 por galão.

E os contratos de gás natural com vencimento em janeiro diminuíram US$ 0,09 e terminaram a jornada em US$ 3,46 por cada mil pés cúbicos. EFE

Carregando...