Petróleo termina em alta de 1,12% com anúncio do Fed

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta quarta-feira, com o anúncio da expansão do programa de compra de bônus pelo Federal Reserve (Fed, autoridade monetária norte-americana), em um esforço para impulsionar a ainda fraca recuperação econômica nos Estados Unidos.

O contrato de petróleo para janeiro ganhou US$ 0,98 (1,12%) e fechou a US$ 86,77 o barril. Na plataforma eletrônica ICE, o barril do petróleo do tipo Brent para janeiro subiu US$ 1,64 (1,51%), finalizando a US$ 109,65.

O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) anunciou que vai "inicialmente" comprar US$ 45 bilhões em treasuries de longo prazo por mês. O mais recente estímulo do banco vai substituir o programa conhecido como Operação Twist, em que o Fed comprava bônus de longo prazo no valor de US$ 45 bilhões a cada mês e vendia cerca da mesma quantidade de treasuries de curto prazo. O novo programa de compra de bônus vai ampliar o tamanho do portfólio de ativos do banco central, que atingiu US$ 2,861 trilhões na semana passada.

Além disso, o Fed mudou sua estratégia de comunicação ao especificar os níveis de desemprego e inflação que poderão motivá-lo a começar a elevação da taxa de juros, que atualmente é zero.

Ao comprar treasuries sob o novo programa, o banco central vai aumentar as reservas do sistema bancário - efetivamente emitindo mais dinheiro. Críticos dos programas do Fed se preocupam com a possibilidade de geração de inflação, apesar de as autoridades do banco afirmarem que têm ferramentas para gerir as reservas e prevenir a aceleração dos preços quando a economia começar a melhorar.

As cotações do petróleo subiram juntamente com as do ouro, com os investidores preferindo ativos que retenham seu valor em caso de uma inflação maior. Segundo o analista da EOXLive Chicago Tom Pawlicki, o enfraquecimento do dólar após o anúncio também impulsionou os preços do petróleo.

Os ganhos do petróleo que se seguiram ao anúncio do Fed não foram maiores devido à divulgação, mais cedo, de que os estoques de petróleo dos EUA subiram 843 mil barris na semana encerrada em 7 de dezembro, para 372,609 milhões de barris, segundo o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) do governo norte-americano. Já os estoques de petróleo em Cushing - ponto de entrega física dos contratos negociados na Nymex - subiram 1,187 milhão de barris, para 46,818 milhões de barris. As informações são da Dow Jones.

Carregando...