Petróleo sobe com notícias sobre a Espanha

Os preços do petróleo estão em alta em reação à notícia de que a Espanha pediu 40 bilhões de euros em ajuda. O pedido removeu algumas incertezas. "Nos dá um tempo em que não teremos de nos preocupar quanto a um congelamento total da economia, e isso é bom para o petróleo", comentou o analista Phil Flynn, do Price Futures Group.

Outros fatores que contribuíram para a alta dos preços do petróleo foram o lançamento da oferta de bônus novos da Grécia para reduzir o valor de face de sua dívida, a declaração da chanceler alemã, Angela Merkel, que deu a entender que não vai vetar um perdão de parte da dívida grega, e os índices de atividade industrial dos gerentes de compras da China em novembro.

No plano político, o mercado está atento à turbulência política no Egito, a possíveis consequências do anúncio de que Israel vai construir mais 3 mil moradias em assentamentos nos territórios palestinos ocupados de Jerusalém Leste e na Cisjordânia e à internacionalização do conflito na Síria.

Às 13h46 (pelo horário de Brasília), os contratos de petróleo bruto para janeiro negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) estavam cotados a 89,93 o barril, em alta de US$ 1,02 (1,15%). No mesmo horário, os contratos do petróleo Brent para janeiro negociados na Intercontinental Exchange (ICE) estavam cotados a US$ 111,71 o barril, em alta de US$ 0,48 (US$ 0,43%). As informações são da Dow Jones.

Carregando...