Petróleo sobe com menor receio de política do Fed

Os contratos futuros operam em alta nesta sexta-feira, 28, com alguns observadores atribuindo o movimento à diminuição do temor de que o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, logo começará a reduzir sua política de estímulos, e outros apontando que esse otimismo pode ser infundado.

Para Tamas Varga, analista da PVM, o avanço do petróleo tem a ver com a expectativa de que o Fed vai manter o relaxamento quantitativo (conhecido como QE3) por mais algum tempo. "O mercado espera que haja dinheiro barato disponível no futuro próximo", disse.

Outros, porém, discordam de Varga. "Lemos muitos comentários de que o petróleo foi impulsionado ontem (quinta-feira, 27) por receios menores de que Fed comece a desfazer o QE3", afirmou a Petromatrix em comunicado. Consideramos isso uma justificativa baseada no passado, visto que o movimento de alta do petróleo foi em linha com um movimento intradia para cima do dólar."

A Petromatrix lembra também que, embora dirigentes do Fed tenham dito que o mercado fez uma leitura incorreta de comentários recentes sobre o futuro da política monetária por Ben Bernanke, o presidente da instituição, nenhum deles negou que a redução do programa de ativos esteja para começar no curto prazo.

Às 7h47 (de Brasília), o petróleo para agosto negociado na Nymex subia 0,24%, para US$ 97,28 por barril, enquanto o brent para agosto avançava 0,02% na ICE, para US$ 102,84 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Carregando...