Petróleo recua puxado por queda no preço da gasolina

Um forte queda dos preços dos contratos futuros da gasolina puxaram os contratos futuros do petróleo nos Estados Unidos para baixo, enquanto traders estão atentos aos sinais de aumento das operações de refino, à medida que as empresas planejam produzir rapidamente mais combustível nas próximas semanas.

A unidade produtora de gasolina da refinaria Port Arthur da Movita Enterprises LLC, com capacidade para 600 mil barris por dia, foi religada com sucesso durante o fim de semana, levando muitos investidores a prever a retomada da capacidade de refino durante as próximas semanas. As refinarias geralmente interrompem algumas operações neste período do ano para manutenção sazonal, mas analistas disseram que um maior número de refinarias paralisou as atividades neste ano após adiar os serviços de manutenção em períodos de desligamento anteriores. Isso pode se transformar em um aumento da oferta de gasolina.

Às 15h35 (de Brasília), o contrato do petróleo para abril negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) recuava 0,79%, para US$ 92,37 o barril. Os contratos futuros da gasolina para março recuavam 2,75%, para US$ 2,9770 o galão, caminhando para fecharem abaixo de US$ 3 o galão pela primeira vez desde janeiro. O contrato do petróleo do tipo Brent cedia 1,75%, para US$ 112,44 o barril, na ICE, em Londres. As informações são da Dow Jones.

Carregando...