Petróleo recua com números fracos na Europa

Os contratos futuros de petróleo operam em baixa, pressionados pelos indicadores fracos sobre a economia europeia. O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro e o das maiores economias do bloco - Alemanha, França e Itália - tiveram contração no quarto trimestre do ano passado.

Segundo Andrey Kryuchenkov, vice-presidente de pesquisas de commodities do VTB Capital, destacou que o petróleo tipo brent deverá sofrer uma correção. "Nós acreditamos que os defensores da redução da demanda se tornarão mais sonoros e o rali do mercado mais amplo também vai ser paralisado por enquanto", afirmou.

"No entanto, um recuo sustentado não está garantido, a menos que seja rompida a atual tendência de alta, com o mercado se concentrando em ofertas imediatas enquanto a demanda por refino cai em razão do período sazonal de redução", comentou o analista.

No Mar do Norte, a francesa Total disse que reiniciará em breve as operações no campo de gás Elgin-Franklin, que foi fechado em março por causa de um vazamento. Com isso deverão voltar ao mercado 70 mil barris de óleo equivalente (boe) por dia até o fim deste ano. O campo não produzirá o volume anterior à paralisação, de 140 mil BOE por dia, antes de 2015.

Às 9h40 (de Brasília), o petróleo para março caía 0,10% na Nymex, para US$ 96,91 por barril, enquanto o brent para abril recuava 0,33% na ICE, a US$ 117,49 por barril. As informações são da Dow Jones.

Carregando...