Mercado fechado

Petróleo opera em alta com expectativa de assinatura de acordo EUA-China

Rafael Vazquez

Trégua na guerra comercial ajuda a reduzir temor de queda na demanda pela commodity Os preços do petróleo reverteram a queda vista no início da manhã e operam em alta nesta terça-feira, às vésperas de EUA e China formalizarem por meio de assinatura o acordo comercial de “primeira fase”. A trégua na guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo ajuda a diminuir as preocupações de queda na demanda pela commodity.

Na ICE, em Londres, os preços dos contratos para março do Brent subiam 0,69% por volta de 9h30, a US$ 64,64 o barril, enquanto os contratos para fevereiro do WTI avançavam 0,52%, a US$ 58,38 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Hoje, às 18h30, o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) divulga os dados semanais de estoques de petróleo bruto e derivados nos EUA.