Petróleo opera em baixa com foco em dados dos EUA

Os contratos futuros de petróleo operam em baixa, ampliando as perdas das últimas três sessões, enquanto os investidores aguardam a divulgação de indicadores macroeconômicos relevantes. Às 10h42 (de Brasília), o contrato do petróleo do tipo Brent para janeiro caía 0,07%, a US$ 106,96 o barril na plataforma ICE. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato para janeiro recuava 0,52% no pregão eletrônico, a US$ 85,81 o barril.

Segundo analistas, haverá pouco movimento no mercado antes da divulgação do indicador oficial do mercado de trabalho dos EUA, o chamado payroll, de novembro, às 11h30 (de Brasília). Eles acreditam que um eventual resultado negativo do payroll pode ter consequências positivas, como a de incentivar o governo a buscar um acordo para a questão do abismo fiscal.

Os indicadores macroeconômicos, mais do que os princípios do mercado, têm sido a principal causa do fraco desempenho dos contratos nas últimas sessões. Além disso, o Banco Central Europeu disse na quinta-feira (06) que a fraqueza da zona do euro deverá persistir em 2013, aumentando preocupações sobre a demanda de petróleo.

A VTB Capital aponta que as preocupações relacionadas às fracas encomendas de petróleo bruto mais uma vez atraíram a atenção do mercado, assim como os indicadores macroeconômicos. A volatilidade do Oriente Médio se concentrou na quinta-feira (06) no Egito. No Cairo, "dezenas de milhares" de civis contra ou a favor do presidente do país entraram em conflito, de acordo com o Wall Street Journal. Embora o Egito não seja um grande produtor de petróleo, o governo controla o Canal de Suez, rota principal para o transporte de petróleo. As informações são da Dow Jones.

Carregando...