Petróleo fecha em queda, à espera de alta dos estoques

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em baixa nesta terça-feira, pressionados pela queda no mercado futuro de gasolina e com a previsão de aumentos dos estoques.

O contrato de petróleo para fevereiro caiu US$ 0,86 (0,91%), fechando a US$ 93,28 o barril. Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent para fevereiro perdeu US$ 1,58 (1,43%) e encerrou a US$ 110,30 o barril.

Os contratos futuros de gasolina caíram 3,7% este ano e analistas preveem que os estoques de gasolina chegarão a um nível recorde para esta época do ano, no relatório semanal do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) do governo norte-americano que sai na quarta-feira (16). Os estoques de petróleo também devem subir.

Os preços do petróleo caíram após chegarem perto dos maiores níveis em quatro meses na segunda-feira. Analistas afirmam que os crescentes estoques de petróleo e gasolina, além das preocupações sobre fraco crescimento econômico, têm impedido que os preços superem US$ 94,00 o barril.

Mais cedo, a operadora do sistema de oleodutos Brent, que transporta cerca de 100 mil barris de petróleo por dia dos campos do Mar do Norte para o terminal de exportações Sullom Voe (Escócia), confirmou que o oleoduto foi fechado, após o vazamento em uma plataforma.

Uma porta-voz da empresa Taqa Bratani, que é controlada pela Abu Dabhi National Energy, disse que o vazamento inicial na plataforma Cormorant Alpha, que abriga uma estação de bombeamento do sistema Brent, levou ao fechamento de outras oito plataformas. No total, 27 campos foram afetados. Ela também afirmou que "o oleoduto do sistema Brent está fechado". As informações são da Dow Jones.

Carregando...