Petróleo fecha em leve baixa em NY

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em leve baixa, em reação a dados mistos da economia dos EUA. O petróleo para março fechou em queda de US$ 0,05 (0,05%), a US$ 100,30 por barril. Na semana, os preços avançaram 0,42%, a quinta alta semanal seguida.

O recuo de 0,3% na produção industrial dos EUA em janeiro contrariou as expectativas e aumentou o temor de uma diminuição da demanda por energia do país. Por outro lado, a divulgação de que a confiança do consumidor permaneceu inalterada em fevereiro fez com que os preços do petróleo negociado em NY diminuíssem as perdas. "O dado da confiança do consumidor diminuiu a pressão sobre o petróleo e fez com que os preços da commodity operassem próximo à estabilidade hoje", afirmou o analista-chefe de mercado da AvaTrade, Naeem Aslan.

A leve queda nos preços em Nova York se deveu também ao fato de segunda-feira ser feriado nos EUA.

Analistas acreditam que os recentes dados desanimadores podem fazer com que o Federal Reserve desacelere a redução no ritmo de suas compras mensais de ativos. "A maioria das investidores no exterior está pensado que o Fed irá manter uma política monetária mais frouxa nos próximos meses", afirmou o analista da Oil Outlooks & Opinions Carl Larry. Para ele, com mais estímulo à economia, o dólar tende a ficar mais fraco e, consequentemente, o preço do petróleo se torna mais acessível a compradores que utilizam outras moedas.

Na Intercontinental Exchange (ICE), o petróleo do tipo Brent para abril encerrou com alta de US$ 0,56 (0,50%), a US$ 109,08 por barril.

A alta do Brent foi impulsionada pelo fechamento do oleoduto de El Sahara, no sul da Líbia, por manifestantes, o que aumentou o temor com a diminuição da oferta mundial de petróleo.

Carregando...