Mercado abrirá em 3 h 55 min

Petróleo fecha em baixa em Nova York

Especulações de que os EUA poderiam buscar aumento na produção do cartel de petróleo OPEC e explorar suas próprias Reservas Estratégicas de Petróleo enviaram os preços do petróleo em queda

O petróleo fechou em queda nesta quarta-feira em Nova York, depois que os Estados Unidos informaram sobre o forte aumento semanal de suas reservas de produtos refinados e uma baixa enganosa nas de petróleo bruto.

O barril de light sweet crude (WTI) para entrega em janeiro caiu 69 centavos, a 57,30 dólares no New York Mercantile Exchange.

Em Londres, o barril de Brent do mar do Norte para entrega no mesmo prazo fechou a 63,11 dólares no Intercontinental Exchange (ICE), uma queda de 50 centavos em relação ao fechamento de terça-feira.

"Com a exceção das reservas de petróleo, o conjunto do relatório é muito negativo aos olhos dos investidores", estimou James Williams, da WTRG.

As reservas comerciais de petróleo baixaram 3,4 milhões de barris, a 453,7 mb segundo o relatório semanal do DoE, mas, ao mesmo tempo, as reservas de gasolina e de produtos destilados aumentaram fortemente, estimulando a queda dos preços.

Jã a produção americana registrou um novo recorde semanal, com 9,68 milhões de barris diários, enquanto as exportações de petróleo baixaram.

Os membros da Organização de Países Exportadores de Petróleo e seus principais sócios, entre eles a Rússia, se reúnem na quinta-feira em Viena para considerar a extensão do acordo sobre o corte de produção de petróleo com o objetivo de equilibrar o mercado, que vence em março de 2018.