Petróleo cai, perto de prazo final para 'abismo fiscal'

Os preços dos contratos futuros do petróleo caíam nesta quinta-feira, dentro de intervalos estreitos de negociação, em meio ao impasse nas negociações sobre o abismo fiscal nos Estados Unidos, o que deixa os investidores cautelosos.

Os legisladores dos EUA retornam ao trabalho nesta quinta-feira, após o recesso reduzido do Natal. Ainda não existem reuniões marcadas, mas provavelmente os líderes do Congresso e a Casa Branca voltarão a discutir um acordo para tentar evitar o abismo fiscal. O presidente Barack Obama interrompeu suas férias no Havaí para ir a Washington.

Se nenhum acordo for alcançado, cortes de gastos e aumentos de impostos entrarão em vigor. Estas medidas poderiam levar a economia dos EUA para uma recessão, afetando a demanda do petróleo.

O Departamento do Tesouro dos EUA afirmou na quarta-feira (28) que o governo atingirá seu limite legal para tomada de empréstimos na próxima segunda.

Às 9h50 (horário de Brasília), o contrato do petróleo para fevereiro recuava 0,20%, para US$ 90,82 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). O contrato do petróleo do tipo Brent declinava 0,53%, para US$ 110,l48 o barril, na ICE, em Londres.

O Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) divulgará à noite o relatório sobre os estoques de petróleo nos EUA. As informações são da Dow Jones.

Carregando...