Mercado abrirá em 1 h 42 min
  • BOVESPA

    110.132,53
    +346,23 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.200,59
    -535,89 (-1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,10
    -0,61 (-1,33%)
     
  • OURO

    1.818,20
    +7,00 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    17.231,75
    -747,42 (-4,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    336,15
    -34,36 (-9,27%)
     
  • S&P500

    3.629,65
    -5,76 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    29.872,47
    -173,77 (-0,58%)
     
  • FTSE

    6.359,54
    -31,55 (-0,49%)
     
  • HANG SENG

    26.819,45
    +149,70 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.537,31
    +240,45 (+0,91%)
     
  • NASDAQ

    12.202,50
    +50,25 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3383
    +0,0006 (+0,01%)
     

Petróleo Brent toca US$45/barril com expectativa por vacina

Por Jessica Resnick-Ault
·1 minuto de leitura
Produção de petróleo em Loving County, no Texas
Produção de petróleo em Loving County, no Texas

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) - O petróleo Brent, valor de referência global da commodity, atingiu uma máxima de mais de dois meses nesta quarta-feira, superando a marca de 45 dólares por barril, por expectativas de que uma vacina contra a Covid-19 possa impulsionar a demanda, embora preocupações com o aumento no número de casos da doença tenham feito com que a cotação perdesse força na sequência.

O Brent fechou em alta de 0,19 dólar, ou 0,4%, a 43,80 dólares por barril, após alcançar uma máxima de 45,30 dólares na sessão --a primeira vez em que ultrapassa a marca de 45 dólares desde o início de setembro.

O petróleo dos Estados Unidos (WTI) avançou 0,09 dólar, a 41,45 dólares o barril, depois de tocar máxima de 43,06 dólares.

Tanto Brent quanto WTI acumulam altas de cerca de 11% nesta semana, após dados iniciais de testes mostrarem que a vacina experimental contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela alemã BioNTech teve eficácia de 90%.

Apesar disso, preocupações com o aumento no número de casos de coronavírus ainda pressionam o mercado.

"O número recorde de casos é suficiente para fazer todo mundo voltar para a realidade", disse Bob Yawger, diretor de Futuros de Energia do Mizuho.

A expectativa de que uma vacina possa restaurar a demanda por combustíveis no setor de transportes é crítica para o petróleo, acrescentou John Kilduff, sócio-fundador da Again Capital.

(Reportagem adicional de Koustav Samanta, Aaron Sheldrick e Noah Browning)