Petróleo avança 1% por dólar fraco e ganhos em Bolsas

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta sexta-feira, acompanhando os ganhos nos mercados de ações e em meio a um baixo volume de negociação, no dia seguinte ao feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos. A sessão também teve período reduzido, terminando às 16h30 (horário de Brasília).

O contrato de petróleo para janeiro ganhou US$ 0,90 (1,03%) e fechou a US$ 88,28 o barril. Na semana, o ganho acumulado foi de 1,86%. Já na plataforma eletrônica ICE, o barril do petróleo do tipo Brent para janeiro tinha alta de 0,76% por volta das 17h40, a US$ 111,39.

O volume de negociação foi um dos mais baixos do ano, com cerca de 150 mil contratos. Nos últimos 200 dias, a média é de 559 mil contratos. "O mercado esteve extraordinariamente calmo hoje. A direção de menor resistência era para cima", comentou Andy Lebow, corretor e trader de petróleo da Jefferies Bache.

O petróleo, que é denominado em dólar, também foi beneficiado pela queda da moeda norte-americana, que o torna mais barato para compradores que usam outras divisas. O euro subiu ante o dólar nesta sessão, impulsionado por dados positivos na Alemanha. O índice de confiança das empresas alemãs, medido pelo instituto IFO, inesperadamente subiu para 101,4 em novembro, de 100,0 em outubro. A previsão dos economistas era de recuo para 99,5. Também na Alemanha foram divulgados dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), que, embora tenha perdido força no terceiro trimestre deste ano, cresceu 0,2%.

Nos EUA, o impulso maior para as Bolsas saiu especialmente das ações das varejistas, já que esta sexta-feira é o principal dia do ano para o comércio norte-americano, a Black Friday. A expectativa é de que as vendas batam recordes, superando os US$ 11,4 bilhões do ano passado.

Nas últimas duas semanas, o petróleo tem oscilado entre altas e baixas, enquanto os traders digerem os últimos conflitos no Oriente Médio e a alta dos estoques da commodity, em meio ao ambiente de fraco crescimento econômico global. As informações são da Dow Jones.

Carregando...