Mercado abrirá em 5 h 15 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,60
    -1,05 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.791,20
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    60.804,90
    -1.766,00 (-2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.479,10
    -26,05 (-1,73%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.590,28
    -447,99 (-1,72%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.573,75
    +28,75 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4587
    +0,0046 (+0,07%)
     

Pessoas jovens têm mais facilidade de recuperar olfato e paladar pós-covid

·2 minuto de leitura

Desde o início da pandemia, a perda de olfato e paladar se tornou um dos sintomas mais definitivos da covid-19. Agora, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos estimou que cerca de 20% de quem é afetado por esse efeito continua com dificuldades em sentir cheiros e sabores após seis meses da doença. O estudo também concluiu que pessoas com mais de 40 anos têm mais risco de manter essa sequela por um longo prazo.

A pesquisa, publicada no American Journal of Otolaryngology, entrevistou 798 adultos que relataram perda dos sentidos com um diagnóstico positivo para a covid. Assim, eles perceberam a taxa de recuperação de 4 em cada 6 participantes dentro do prazo de seis meses.

Os pesquisadores da Virginia Commonwealth University analisam que, ainda que a maioria se recupere, 20% é um número altíssimo de pessoas quando se considera que já há mais de 230 milhões de casos confirmados de covid-19 no mundo.

Também foram identificados fatores que podem dificultar a recuperação dos sentidos. Entre os participantes, aqueles que já tinham histórico de lesões na cabeça demonstraram menos chances de recuperar o paladar e o olfato; isso também vale para quem sentiu falta de ar durante a infecção.

Perder o olfato e o paladar é uma das marcas mais fortes da covid-19 (Imagem: Brittany Colette/Unsplash)
Perder o olfato e o paladar é uma das marcas mais fortes da covid-19 (Imagem: Brittany Colette/Unsplash)

Curiosamente, os pesquisadores apontaram que aqueles que tiveram congestão nasal tiveram mais chances de recuperar os sentidos, mas os pesquisadores têm uma explicação. Quem teve esse sintoma pode ter perdido o olfato não por lesão nos nervos resultante da infecção, mas sim pelo entupimento das vias aéreas. Assim, quando eles se recuperaram, não tiveram problemas em sentir cheiros e gostos novamente.

Ainda não há uma cura para recuperar olfato e paladar dos afetados pela covid-19, mas Evan Reiter, um dos autores, recomenda um treinamento com óleos aromáticos aos seus pacientes como forma de estimular a recuperação dos danos nervosos. “Tem custo e risco baixos”, ele complementa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos