Mercado fechado

Homem morre atingido por botijão de gás arremessado de apartamento no Rio

João Conrado Kneipp
·2 minutos de leitura
Botijão atingiu a cabeça da vítima, que morreu na hora. (Foto: Divulgação/PMRJ/Twitter)
Botijão atingiu a cabeça da vítima, que morreu na hora. (Foto: Divulgação/PMRJ/Twitter)

Um homem foi preso pela PM-RJ (Polícia Militar do Rio de Janeiro), na tarde desta segunda-feira (12) após matar uma pessoa ao arremessar um botijão de gás pela janela do apartamento, no Rio. A vítima, um homem que passava na calçada da Rua Aires Saldanha, em Copacabana, foi atingida na cabeça e morreu na hora.

O preso foi conduzido para a 13ª DP (Distrito Policial), em Copacabana. As Ruas Miguel Lemos e Djalma Ulrich seguem interditadas e bombeiros também atuam no local. O preso teria 33 anos e não tem antecedentes criminais. A sua irmã do acusado, que testemunhou o crime, informou ao jornal Extra que ele sofre de transtornos mentais e teve um surto.

A vítima era um morador de rua conhecido como ‘Tronco’ que vendia frutas na região, e morava na comunidade Pavão-Pavãozinho.

Leia também

Uma viatura do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada por volta das 15h30 para atender a ocorrência, mas a vítima não resistiu. Quando os socorristas chegaram ao local, o homem já estava morto.

Botijão caiu na calçada e ficou no meio-fio após atingir a vítima. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Botijão caiu na calçada e ficou no meio-fio após atingir a vítima. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Policiais militares do 19º BPM (Batalhão da Polícia Militar) ainda estão no local apurando os fatos. Não foi informado, até agora, a identidade ou idade da vítima. Segundo o COR (Centro de Operações da Prefeitura), há lentidão na região devido à movimentação das viaturas e dos pedetrres. Agentes da DH (Delegacia de Homicídios) da Polícia Civil seguem atendendo .