Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +1,87 (+2,61%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    32.143,26
    -3.568,20 (-9,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    779,24
    -71,10 (-8,36%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.137,50
    +102,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9755
    -0,0606 (-1,00%)
     

Pesquisadores identificam 13 medicamentos com potencial contra COVID-19

·1 minuto de leitura

Pesquisadores do mundo inteiro se concentram em encontrar aliados nessa batalha que enfrentamos atualmente contra a COVID-19, seja por meio de medicamentos, seja por meio de imunizantes. E recentemente, um novo estudo do Scripps Research Institute identificou 13 medicamentos orais com potencial para a doença.

Na prática, a equipe avaliou a biblioteca de reaproveitamento de medicamentos ReFRAME, que consiste em remédios aprovados pela Food and Drug Administration (FDA), agência que regula medicamentos nos Estados Unidos, e outros medicamentos experimentais.

Para chegar aos 13 medicamentos, os pesquisadores testaram mais de 12 mil, em células humanas infectadas pelo SARS-CoV-2, e então mediram o nível de infecção viral nas células. Inicialmente, identificaram 90 medicamentos com atividade antiviral, e dentre eles, 13 têm o maior potencial para reaproveitamento como terapia contra COVID-19.

(Imagem: HalGatewood/Unsplash)
(Imagem: HalGatewood/Unsplash)

Além desses 13, a equipe também conseguiu identificar 19 medicamentos para serem usados em conjunto com o remdesivir, um antiviral desenvolvido para o combate do ebola, mas que já apresentou resultados positivos no tratamento de outros tipos de coronavírus.

Agora, a ideia é que se os resultados se comprovarem, os medicamentos em questão possam avançar para testes clínicos. Vale lembrar que o estudo completo pode ser acessado gratuitamente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos