Mercado abrirá em 9 h 22 min

Pesquisadores encontram coronavírus nos olhos de paciente infectada

Nathan Vieira
·1 minuto de leitura

A COVID-19 ainda tem sido um verdadeiro enigma para a medicina, com direito a novas descobertas a cada dia. Por meio de um estudo publicado na última quinta-feira (8) na revista científica JAMA Ophthalmology, pesquisadores descobriram que o SARS-CoV-2 pode infectar outros tecidos além do sistema respiratório. Acontece que o antígeno da proteína N (nucleocapsídeo) do SARS-CoV-2 foi encontrado intracelularmente nos tecidos oculares de uma paciente que foi diagnosticada com COVID-19.

Ainda não estava claro se a COVID-19 também pode infectar tecidos além do sistema respiratório, como os tecidos oculares, o que motivou a pesquisa. Nesse estudo de caso, os antígenos da proteína do coronavírus foram detectados nas células da conjuntiva (membrana mucosa que reveste a parte posterior da pálpebra e se prolonga para recobrir a parte branca do olho), íris e malha trabecular de uma paciente infectada. Ou seja: começam a aparecer os primeiros indícios de que o SARS-CoV-2 infecta outros tecidos.

Pesquisadores acham SARS-CoV-2 em tecidos oculares de mulher com COVID-19 (Imagem: BlenderTimer / Pixabay)
Pesquisadores acham SARS-CoV-2 em tecidos oculares de mulher com COVID-19 (Imagem: BlenderTimer / Pixabay)

A mulher teve um ataque agudo de glaucoma durante sua reabilitação, e por isso foi levada à análise de tecidos oculares. Amostras de plasma e espécimes de tecido, incluindo amostras da conjuntiva, capsular anterior do cristalino, malha trabecular e íris, foram coletadas. Enquanto isso, amostras de outro paciente (um homem de 61 anos) — que tinha glaucoma, mas não COVID-19 — foram usadas para comparação.

Sendo assim, esse antígeno viral detectado no olho da paciente dois meses após a infecção deve levar a investigações futuras, que podem determinar se o antígeno que permanece no olho ao longo do tempo provoca danos a estrutura ou função ocular e se ainda é infeccioso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: