Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,70 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,74 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.772,60
    -15,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    23.086,27
    -127,42 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,65 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,90 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -110,50 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2666
    -0,0739 (-1,38%)
     

Pesquisa revela que metade dos brasileiros entrevistados já usaram criptomoedas

Uma pesquisa divulgada dia (12) pela Mastercard revelou que quase metade dos investidores brasileiros entrevistados no levantamento usaram criptomoedas em 2021. A pesquisa da gigante do ramo de cartão de crédito foi elaborada com o intuito de entender os métodos de pagamentos mais utilizados no mundo. Quase 700 brasileiros participaram da entrevista online, com metade deles relatando ter utilizado moedas digitais para pagar por algum produto ou serviço.

As conclusões são do “New Payment Index 2022”, um levantamento da Mastercard que contou com a participação de 35 mil pessoas de todo o mundo entre março e abril, sendo realizada em parceria com a empresa americana de análise de mercado Harris Poll. Aqui no Brasil 697 pessoas responderam à pesquisa online.

De acordo com o relatório, cerca da metade dos brasileiros participantes declararam ter realizado pelo menos uma operação financeira ligada a criptomoedas em 2021. Contudo, apenas 13% utilizaram de fato as moedas digitais para pagamentos recorrentes.

Estanislau Bassols, presidente da Mastercard Brasil, declarou que “o brasileiro é adepto às novas tecnologias e o grande desafio do mercado é se adequar às novas demandas, oferecendo mais segurança e facilitando processos para o consumidor que está mais exigente".

78% dos brasileiros entrevistados em pesquisa da Mastercard relataram ter usado criptomoedas como um método de pagamento (Imagem:Reprodução/Envato-master1305)
78% dos brasileiros entrevistados em pesquisa da Mastercard relataram ter usado criptomoedas como um método de pagamento (Imagem:Reprodução/Envato-master1305)

Quais são as formas de pagamento favoritas dos brasileiros?

A pesquisa revelou que 86% dos participantes brasileiros usaram QR code, biometria e Pix para realizar pagamentos em 2021. Dos entrevistados, cerca de 94% consideram que provavelmente usarão um método digital no próximo ano. 72% deles afirmaram a preferência de fazer pagamentos com moedas digitais se estás tiverem o apoio de organizações financeiras confiáveis.

No resultado global, Brasil, Colômbia, México e Peru, tiveram dentre os participantes o maior índice de confiança em novos métodos de pagamento.

Outras informações relevantes foram descobertas pela pesquisa. 73% dos entrevistados no país usaram a biometria para efetuar operações relacionadas a pagamento. Esse foi o maior percentual entre os países da América Latina. 80% também declararam que sistemas biométricos são mais seguros do que PIN ou senha.

79% dos entrevistados se mostraram preocupação com a maneira como as organizações usam os dados dos clientes. Sobre isso, o presidente da Mastercard no Brasil comentou ser importante por parte das organizações a utilização de novas tecnologias que ajudem a proteger os dados e evitar fraudes.

O resultado da pesquisa mostra que a utilização de meios digitais foram impulsionadas pela pandemia e estão se mostrando cada vez mais consolidadas entre os consumidores. Inclusive a utilização de criptomoedas, que, apesar de ser relativamente pequena, vem crescendo conforme instituições confiáveis oferecem as moedas digitais como opção aos clientes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos