Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    43.662,29
    -3.492,61 (-7,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,99 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7636
    +0,0247 (+0,37%)
     

PESQUISA-Preços do café arábica devem subir até final de 2021 devido a déficit

Maytaal Angel
·1 minuto de leitura
PESQUISA-Preços do café arábica devem subir até final de 2021 devido a déficit

Por Maytaal Angel

LONDRES (Reuters) - Os preços do café arábica devem terminar este ano quase 8% acima dos níveis atuais, conforme o mercado precifica um déficit previsto para a próxima temporada depois de um superávit no atual ciclo, mostrou uma pesquisa da Reuters com 11 traders e analistas.

Os preços do café arábica devem encerrar 2021 em 1,35 dólar por libra-peso, alta de 7,7% em relação ao fechamento de segunda-feira (1º de fevereiro) e 5,3% acima dos níveis vistos no final de 2020, segundo a previsão mediana dos participantes da pesquisa.

O Brasil, maior produtor, entrará em um ano negativo em seu ciclo bienal de produção na safra 2021/22. Com isso, os entrevistados esperam uma safra de 55,51 milhões de sacas de 60 kg, ante 69 milhões de sacas na temporada atual.

A menor produção brasileira deixará o mercado do arábica com um déficit de 8,5 milhões de sacas na próxima temporada, embora o mercado deva ter um superávit de 8 milhões de sacas nesta temporada.