Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.894,86
    +1.825,17 (+1,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.565,68
    -31,61 (-0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,07
    +3,81 (+5,75%)
     
  • OURO

    1.779,30
    -4,60 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    49.132,24
    +359,62 (+0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.267,85
    +7,69 (+0,61%)
     
  • S&P500

    4.595,42
    +56,99 (+1,26%)
     
  • DOW JONES

    35.219,42
    +639,34 (+1,85%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.870,75
    +153,00 (+0,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4182
    +0,0229 (+0,36%)
     

PESQUISA-Cresce aposta em alta mais forte da Selic em meio a temores fiscais

·1 min de leitura
Sede do Banco Central em Brasília

Por Gabriel Burin

BUENOS AIRES (Reuters) - A taxa básica de juros do Brasil deve subir pelo menos mais 100 pontos-base na quarta-feira da semana que vem, com a reação do Banco Central a temores de piora nas expectativas de inflação devido a preocupações fiscais, mostrou uma pesquisa da Reuters.

O Comitê de Política Monetária (Copom) manterá sua postura agressiva, com seus membros possivelmente expressando preocupações sobre a introdução de novos planos de gastos sociais que podem minar o teto de gastos.

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, se tornou o presidente de BC mais agressivo neste ano, elevando a Selic em 425 pontos-base, mesmo com a economia ainda se recuperando de uma recessão relacionada à pandemia do coronavírus.

Enquanto a mediana das estimativas de 31 economistas em pesquisa realizada de 18 a 22 de outubro refletia expectativa de aumento da taxa Selic de 6,25% para 7,25% na reunião de 27 de outubro, quatro bancos globais elevaram suas projeções em 25 pontos-base ou mais nas últimas 24 horas.

JPMorgan Chase & Co, Morgan Stanley e Credit Suisse agora estão prevendo aumento de 125 pontos-base. O UBS está mirando 150 pontos-base. Os quatro credores publicaram suas opiniões atualizadas entre a véspera e esta sexta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos