Mercado fechado

Pesquisa: 79% dos consumidores do RJ levam em conta o meio ambiente antes da compra

Pesquisa entrevistou 539 consumidores do Estado do Rio de Janeiro, entre os dias 9 e 15 de agosto. Foto: Getty Images.
Pesquisa entrevistou 539 consumidores do Estado do Rio de Janeiro, entre os dias 9 e 15 de agosto. Foto: Getty Images.
  • Levantamento mostra que 57,1% dos entrevistados têm ações rotineiras associadas às mudanças climáticas;

  • Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) entrevistou 539 consumidores do estado;

  • Sondagem visa identificar o posicionamento da população do estado sobre problemas socioambientais.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisa e Análises (IFec RJ) aponta que a maior parte dos entrevistados (79%) leva em consideração o meio ambiente ao fazer compras e utilizar serviços.

Enquanto isso, 14,1% declararam que não sabem dizer e 6,9% afirmaram que não dão importância à sustentabilidade ao adquirir algum item ou pagar por serviços.

O levantamento também mostra que as ações rotineiras de 57,1% dos entrevistados estão ligadas às mudanças climáticas; 55,8% preferem produtos e serviços de empresas que adotam práticas socioambientais. Foram ouvidos 539 consumidores do estado do Rio de Janeiro, entre os dias 9 e 15 de agosto, para o resultado.

Leia também:

Nos hábitos em casa, 93,3% alegaram que têm o costume de apagar a luz ao sair de um recinto; 83,3% disseram que fecham a torneira enquanto escovam os dentes; 72,9% afirmaram que compram eletrodomésticos que gastam menos energia; 14,7% declararam que lavam o carro com mangueira; e 10% informaram que varrem/lavam a calçada com a mangueira.

Quanto a resíduos, 50,6% dos entrevistados expressaram que separam o óleo de cozinha para e reciclagem, enquanto 48,6% revelaram que reduzem o uso de papéis e produtos descartáveis e 44,7% disseram que separam o lixo seco do orgânico.

Outras posturas ainda incluem a compra de itens que causem menos impacto ao meio ambiente (59,2%), como lâmpadas de LED, que plantam árvores ou cuidam de jardins/plantas (51,8%) e usam transporte público ou bicicleta para evitar utilizar o carro (42,5%).

A pesquisa visa identificar o posicionamento da população do Rio de Janeiro sobre os problemas socioambientais, assim como as atitudes individuais para minimizá-los.