Mercado fechará em 1 h 30 min

Perspectivas para a libra são piores ainda que para o euro

(Bloomberg) -- As perspectivas para a libra estão tão ruins que agora parecem piores do que para euro.

Uma recessão iminente no Reino Unido, inflação de dois dígitos e um novo governo devem atingir a libra esterlina nos próximos meses. Isso leva os operadores de câmbio a se protegerem de uma queda da moeda britânica em relação ao euro, mesmo com a moeda comum da Europa sob pressão por causa dos riscos de fornecimento de gás.

Eles estão acumulando opções para comprar euro com libras, com a maior concentração em torno de £ 0,85 a £ 0,87, uma cotação até 3% mais alta do que a atual. No mercado à vista, o euro já ganhou quase 1% nos últimos três dias em relação à libra, em uma recuperação de uma mínima de três meses atingida no início de agosto.

Espera-se que o euro permaneça fraco este ano em relação ao dólar. O continente enfrenta uma crise de energia com o risco de a Rússia cortar o fornecimento de gás, enquanto o Banco Central Europeu ficou atrás de seus pares na alta de juros para combater a inflação, e também há uma crise política na Itália.

No entanto, os analistas estão ainda mais pessimistas sobre as perspectivas da libra, com alguns prevendo uma queda para mínimas históricas em relação ao dólar. O Banco da Inglaterra alertou para uma longa recessão, o que levanta a possibilidade de ter que reverter o curso e cortar juros no próximo ano.

“Com base nos preços atuais e no que esperamos dos preços do gás daqui para frente, ainda vemos um caso para o euro-libra subir”, disse Mikael Olai Milhoj, analista sênior do Danske Bank. Ele vê o euro subindo para £ 0,86 nos próximos três meses, em linha com o consenso do mercado.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos