Mercado fechará em 7 mins
  • BOVESPA

    108.622,77
    -2.816,59 (-2,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.570,98
    -736,73 (-1,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,63
    -1,34 (-1,86%)
     
  • OURO

    1.763,00
    +11,60 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    43.596,37
    -3.976,27 (-8,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.085,94
    -48,44 (-4,27%)
     
  • S&P500

    4.350,58
    -82,41 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    33.916,48
    -668,40 (-1,93%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.919,25
    -406,75 (-2,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2611
    +0,0617 (+1,00%)
     

Perspectiva para crescimento do PIB no ano continua acima de 5%, diz Sachsida

·1 minuto de leitura

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou nesta quarta-feira que a perspectiva para o Produto Interno Bruto (PIB) continua sendo de um crescimento acima de 5%, após a divulgação de contração de 0,1% no segundo trimestre em relação aos três meses anteriores.

À Reuters, ele avaliou que a ampla vacinação que está sendo implementada no país é variável que apoia essa leitura. Oficialmente, o Ministério da Economia prevê alta de 5,3% para o PIB este ano. A nova grade de parâmetros econômicos será divulgada neste mês.

Sachsida afirmou que o segundo semestre terá expansão robusta da atividade, liderada pelo setor de serviços e por investimentos privados.

Ele também ponderou que, considerando que o segundo trimestre foi o mais trágico de saúde pública da história brasileira, com maior número de mortes por Covid-19, "o resultado do PIB mostrou resiliência".

"De maneira geral, acreditamos que esse resultado do PIB mostra que estamos no caminho correto de política econômica", pontuou Sachsida, complementando que é preciso insistir na agenda de reformas pró-mercado e consolidação fiscal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos