Mercado fechará em 6 h 8 min
  • BOVESPA

    129.569,24
    +801,79 (+0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.088,10
    -41,78 (-0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,11
    +1,26 (+1,73%)
     
  • OURO

    1.789,80
    +12,40 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    34.614,79
    +4.848,42 (+16,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    833,57
    +23,38 (+2,89%)
     
  • S&P500

    4.250,72
    +4,28 (+0,10%)
     
  • DOW JONES

    33.934,37
    -11,21 (-0,03%)
     
  • FTSE

    7.121,55
    +31,54 (+0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.285,50
    +27,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9157
    -0,0041 (-0,07%)
     

Personagem digital NFT é vendido por R$ 59,44 milhões

·2 minuto de leitura
O CryptoPunk 7523 exibido na Sotheby's em Nova York

A imagem de um personagem digital pixelizada, cunhada com o popular novo certificado de autenticidade "NFT", foi vendida por US $ 11,7 milhões (59,44 milhões de reais) em Nova York na Sotheby's nesta quinta-feira(10), tornando-se o segundo objeto digital mais caro da história.

O CryptoPunk número 7523 pertence a uma série de criaturas projetadas em 2017 pela então emergente empresa americana Larva Labs, que desempenhou um papel importante no desenvolvimento da tecnologia "NFT".

Cada imagem representa aproximadamente um rosto pixelado, uma referência a personagens de videogame da década de 1980.

Cada Cryptopunk está associado a um certificado de autenticidade teoricamente inviolável, o NFT, a sigla para token não fungível, um termo que certifica que se trata de um objeto único.

Os NFTs, baseados na chamada tecnologia blockchain, fizeram explodir o mercado de objetos digitais nos últimos seis meses, garantindo a muitos colecionadores desses tipos de objetos a propriedade da obra.

O 7523 é o único personagem, entre os 10.000 CryptoPunks criados pela Larva Labs, que usa uma máscara cirúrgica, o que o torna um item particularmente valorizado.

O CryptoPunk 7523 é agora o segundo NFT mais caro da história, atrás da arte digital "Everydays" do artista Beeple, que foi vendida por U$ 69,3 milhões em meados de março.

Dois CryptoPunks já haviam sido adquiridos, em meados de março, respectivamente por US $ 7,58 e US $ 7,57 milhões, recordes na época nesta categoria.

A Sotheby's revelou que o comprador foi o empresário Shalom McKenzie, o maior acionista da DraftKings, uma operadora de jogos de azar online, cuja fortuna é estimada em várias centenas de milhões de dólares.

Depois de disparar de janeiro a abril, os preços médios de NFT e o número de vendas diminuíram acentuadamente, e muitos anunciaram o estouro de uma bolha especulativa.

O número de transações nos últimos 30 dias chegou a US $ 248 milhões no início de junho para US $ 73 milhões nesta quinta-feira, de acordo com dados do NonFungible.com.

Mas algumas categorias de NFT, as mais estabelecidas, sofreram pouco ou nada nesta onda de frio, em particular os CryptoPunks, como evidenciado pela venda da Sotheby's nesta quinta-feira.

Além do 7523, várias outras cópias foram vendidas por mais de US $ 100.000 cada nos últimos dias.

No total, os CryptoPunks geraram US $ 351 milhões em transações desde seu lançamento, de acordo com NonFungible.com.

Também nesta quinta-feira, o primeiro NFT, "Quantum", do artista nova-iorquino Kevin McCoy, foi comprado da Sotheby's por US $ 1,47 milhão.

Ele foi criado em 2014 com a mesma tecnologia dos NFTs, mas três anos antes do termo ser inventado.

tu/led/ll/gm/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos