Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,26
    -0,03 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.865,50
    +17,70 (+0,96%)
     
  • BTC-USD

    29.522,73
    +137,79 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    655,31
    -0,52 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.748,14
    -253,38 (-0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.810,75
    -224,50 (-1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1714
    +0,0237 (+0,46%)
     

Os perigos de ser um profissional multitarefa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Eliete Oliveira*

Tente fazer uma rápida pesquisa na internet sobre ‘profissional multitarefa’. Provavelmente encontrará inúmeros artigos valorizando esta característica como a mais procurada pelas empresas. Existem até sistemas voltados para recrutamento e seleção e que conseguem identificar estes profissionais nas entrevistas.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

O problema é que a própria definição do conceito é equivocada. Ser multitarefa é uma característica das máquinas e não de seres humanos. Essa definição diz respeito, por exemplo, a um sistema operacional, que permite a execução de mais de um programa ao mesmo tempo.

Leia também

Sem dúvida seu computador e smartphone são multitarefas. Porém, é impossível para nosso cérebro processar duas atividades complexas com total concentração. Você só consegue quando são tarefas mais automáticas, como andar e respirar. Por esta razão, dirigir e falar ao celular é proibido por lei, pois a perda de concentração aumenta significativamente a possibilidade de um acidente.

Acontece que, via de regra, a grande maioria das nossas tarefas diárias, principalmente no trabalho, exigem graus maiores de concentração. Por isso, sempre desconfie de pessoas que falam que conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo. Elas podem até conseguir, mas a possibilidade de existirem erros é grande. Na verdade, o que a maioria das pessoas chama de multitarefa são múltiplas atividades desempenhadas sequencialmente, mas não ao mesmo tempo.

Faça um teste: tente assistir um filme e conversar com alguém ao mesmo tempo, provavelmente você irá perder muitas partes da conversa, como também da fala dos atores.

Existem estudos da neurociência que comprovam que, diante de uma interrupção, o cérebro humano leva cerca de vinte minutos para se concentrar novamente. Se você estiver fazendo uma planilha e parar para responder um e-mail, ao retornar ao primeiro trabalho, terá uma perda importante no tempo de conclusão da tarefa.

Alguns estudos também demonstram que existe uma carga de stress maior para profissionais que são multitarefas e que ficam sobrecarregados. De acordo com uma pesquisa realizada em 2012 na Universidade de Utah, somente 2% da população não consegue ser impactada negativamente executando múltiplas tarefas ao mesmo tempo.

Estes estudos demonstram que focar em uma única atividade até terminá-la, para depois então começar outra, é a melhor maneira de ter ganhos significativos na sua produtividade. Na realidade, realizar uma série de atividades simultaneamente, ou alternar rapidamente entre uma e outra, é o oposto de ter foco.

Dicas para manter a concentração no trabalho

  • Procure ambientes tranquilos, somente um monge consegue se concentrar no caos.

  • Medite uma vez por dia, é um ótimo exercício. Quando meditamos, deixamos o cérebro livre para focarmos somente na respiração ou em absolutamente nada e isso ajuda a melhorar muito nossa concentração.

  • Tenha uma agenda diária com atividades predeterminadas e com horários estabelecidos, isso fará com que você não se desconcentre o dia todo, tentando lembrar o que terá que fazer.

  • Tente identificar quais são as principais distrações durante o dia. Com certeza o celular e as redes sociais estarão entre elas, então estabeleça horários para acessa-las.


Outro fator importante, é que nosso cérebro pode ser “treinado”. No começo, provavelmente você terá dificuldade em mudar os hábitos e estabelecer uma rotina. Com o tempo, isso passará a ser algo natural no seu dia a dia, tendo muito mais foco e com ótimos resultados.

*Eliete Oliveira é consultora de recolocação profissional e Top Voice do LinkedIn. No Yahoo Finanças, ela fala sobre carreira e os dilemas do mundo corporativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos