Mercado abrirá em 8 h 16 min
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,63
    -0,44 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.807,30
    +5,50 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    38.382,36
    +3.951,50 (+11,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    919,23
    +125,49 (+15,81%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    26.527,06
    -794,92 (-2,91%)
     
  • NIKKEI

    27.857,86
    +309,86 (+1,12%)
     
  • NASDAQ

    15.085,75
    -12,25 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1233
    +0,0017 (+0,03%)
     

Pentágono anula mega-contrato de informática atribuído à Microsoft contra a Amazon

·1 minuto de leitura
Logos de Google, Apple, Facebook, Amazon e Microsoft

O Pentágono anunciou nesta terça-feira (6) o cancelamento de um contrato de computação em nuvem de 10 bilhões de dólares que desencadeou uma batalha feroz entre a Microsoft e a Amazon.

O comunicado do Departamento de Defesa afirmou que o contrato de Comando Conjunto de Infraestrutura de Defesa (JEDI) seria cancelado por "não atender às suas necessidades" devido, principalmente, à "evolução dos requisitos" e "aos avanços da setor".

A Microsoft obteve o contrato em 2019, o que gerou reclamações e uma contestação formal da Amazon, alegando que ela foi descartada por motivos políticos.

O Pentágono agora buscará propostas "de um número limitado de fontes", incluindo Amazon e Microsoft, disse o comunicado. Acrescenta que a pesquisa de mercado indica que esses dois fornecedores são os únicos provedores de serviços em nuvem (internet desmaterializada) capazes de se ajustar ao que é necessário, mas ainda considerariam outras empresas.

O programa JEDI foi projetado para que todos os ramos das Forças Armadas compartilhem informações na nuvem e com inteligência artificial.

A Amazon alegou que perdeu o contrato por causa de uma vingança do ex-presidente Donald Trump contra o então CEO Jeff Bezos.

bur-rl/jm/gm/lda//ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos