Mercado fechará em 5 h 2 min
  • BOVESPA

    109.721,31
    +877,57 (+0,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.648,10
    +90,45 (+0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,78
    -0,51 (-0,73%)
     
  • OURO

    1.778,50
    +14,70 (+0,83%)
     
  • BTC-USD

    42.349,71
    -1.528,90 (-3,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.061,30
    -2,55 (-0,24%)
     
  • S&P500

    4.354,09
    -3,64 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.959,55
    -10,92 (-0,03%)
     
  • FTSE

    6.985,12
    +81,21 (+1,18%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.001,75
    -7,75 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2357
    -0,0090 (-0,14%)
     

Pemex compra refinaria com prejuízo de US$ 360 milhões em 2021

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A refinaria de petróleo que a Pemex está comprando no Texas acumula um raro prejuízo de aproximadamente US$ 360 milhões este ano, ampliando os desafios que o México enfrenta para alcançar sua independência energética.

Em maio, a petrolífera estatal mexicana concordou em comprar a participação majoritária da Royal Dutch Shell na refinaria de Deer Park. A planta foi obrigada a paralisar as operações durante o período de temperaturas congelantes no Texas em fevereiro e teve prejuízo até julho, de acordo com pessoas com conhecimento da situação. Deer Park também sofreu com a volatilidade do mercado durante a pandemia e sua dívida passou de US$ 1 bilhão nos últimos meses, segundo as fontes, que pediram anonimato por não terem autorização para falar com a imprensa.

A Pemex não respondeu a um pedido de comentário da reportagem. A Shell informou que não divulga dados sobre o desempenho financeiro de ativos individuais. Em maio, o CEO da Pemex, Octavio Romero disse que Deer Park — uma joint venture entre a Pemex e a Shell — tradicionalmente dava lucro, embora tenha registrado prejuízo por causa da pandemia no ano passado. A dívida estava em US$ 980 milhões na época, segundo o executivo.

O prejuízo de Deer Park este ano — equivalente a mais da metade dos US$ 596 milhões que a Pemex concordou em pagar pela participação da Shell na joint venture — mostra como a estratégia do governo para livrar o México da dependência de energia do exterior pode agravar a pressão sobre as finanças da Pemex. A dívida da estatal é maior do que a de qualquer outra petrolífera do planeta, chegando a US$ 115 bilhões, após uma década e meia de queda na produção. A mexicana concordou em comprar a fatia de 50,1% em maio com recursos federais.

O presidente Andrés Manuel López Obrador assumiu o cargo no final de 2018 prometendo restaurar a posição da Pemex como potência na produção petrolífera e reestabelecer a produção de combustível do país. Essa política envolveu a construção da refinaria Dos Bocas (projeto de US$ 8,9 bilhões em Tabasco, estado natal do presidente), o aumento da produção nas seis refinarias existentes da Pemex e a aquisição de Deer Park.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos