Mercado abrirá em 6 h 32 min

Pelosi diz que não aprovará ajuda às aéreas antes de um acordo maior de estímulos

Lucas de Vitta
·1 minuto de leitura

Apesar de rejeitar a hipótese de fatiar o pacote de estímulos, a presidente da Câmara dos Deputados dos EUA disse estar esperançosa quanto à possibilidade de chegar a um acordo com os republicanos A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, disse nesta quinta-feira (8) que não aprovará mais auxílios às companhias áreas sem que haja, antes, um acordo com os republicanos sobre um pacote mais amplo de estímulos à economia do país. “Não haverá projeto de lei independente se não houver um projeto [de estímulos] maior”, afirmou Pelosi em entrevista coletiva concedida nesta quinta. Apesar de rejeitar a hipótese de fatiar o pacote, Pelosi disse estar esperançosa quanto à possibilidade de chegar a um acordo com os republicanos. “Estou esperançosa porque precisa ser feito”, afirmou. Negociações sobre ajuda à economia dos EUA começaram a funcionar, avalia Trump Na entrevista, Pelosi fez duras críticas ao presidente dos EUA, Donald Trump, por ter suspendido as negociações na última terça-feira (6). Para a democrata, até mesmo aliados do republicano, como o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, parecem ter sido surpreendidos pela decisão. A parlamentar revelou que ainda há divergência em relação ao tamanho do pacote e que está trabalhando com os republicanos na linguagem do projeto. Segundo ela, o processo é necessário para garantir que o dinheiro seja usado para combater os efeitos do novo coronavírus. “Não vou dar um cheque em branco ao presidente Trump”, disse a líder democrata.