Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    47.993,83
    -2.928,68 (-5,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Pela Supercopa do Brasil, Palmeiras busca vencer Flamengo pela primeira vez desde 2017

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras enfrentará, no próximo domingo (11), o Flamengo em busca do título da Supercopa do Brasil. O confronto, além de importante pela possibilidade de uma conquista inédita na história do Verdão, é a chance do Maior Campeão Nacional voltar a vencer o Rubro-Negro, algo que não acontece desde 2017.

Há 4 anos, o Alviverde, em busca do bicampeonato brasileiro, bateu, no Allianz Parque, a equipe treinada, na época, por Reinaldo Rueda, por 2 a 0, com dois gols do atacante Deyverson. Desde então, os times se enfrentaram em seis oportunidades, com três empates e três vitórias cariocas.

As derrotas do Verdão mais marcantes ocorreram em 2019, quando, no primeiro turno do Brasileirão, a equipe de Felipão perdeu, de virada, para o time de Jorge Jesus, e, com isso, o treinador brasileiro foi demitido. No segundo turno, mesmo com outros nomes, o roteiro se repetiu: vitória flamenguista e demissão no Verdão, desta vez do técnico Mano Menezes e do diretor de futebol Alexandre Mattos.

Em busca de voltar a vencer o Flamengo, o Palmeiras entra em campo no próximo domingo (11), às 11h (horário de Brasília), pela final da Supercopa do Brasil, no Estádio Mané Garrincha, situado na capital brasileira.