Mercado fechará em 2 h 41 min
  • BOVESPA

    129.985,20
    -222,76 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.887,24
    -142,30 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,06
    +1,18 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.854,60
    -11,30 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    40.314,31
    +302,72 (+0,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.003,98
    -6,63 (-0,66%)
     
  • S&P500

    4.244,24
    -10,91 (-0,26%)
     
  • DOW JONES

    34.260,84
    -132,91 (-0,39%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.043,25
    -81,50 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1611
    +0,0296 (+0,48%)
     

Pela 1º vez na história, Ford sai de lista das 10 marcas mais vendidas no país

·1 minuto de leitura
Frankfurt, Hesse/Germany - November 01, 2019: Ford logo on the glass facade of a car dealership
Ford ocupava o 5º lugar do ranking em 2020, segundo a Fenabrave
  • Ford não aparece na lista das dez montadoras mais vendidas no Brasil

  • Ranking mostra líderes de venda no acumulado dos primeiros 5 meses do ano

  • Saída da marca dá espaço para a Caoa Chery

Pela primeira vez na história da indústria automobilística brasileira, a Ford não apareceu no ranking das dez marcas mais vendidas em maio, divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos) nesta quarta-feira (2). A situação registrada se deve ao fechamento de fábricas no país. As informações são do Valor Econômico.

Leia também:

A montadora ficou no último lugar da lista no acumulado dos primeiros cinco meses de 2021, com uma parcela de 2,72% das vendas de carros e comerciais leves. Em contrapartida, em 2020, a companhia americana ficou em 5º lugar entre as mais vendidas no Brasil.

Saindo do ranking, a Ford deu espaço para que a Caoa Chery fizesse sua estreia na lista. Com 1,82% das vendas, o 10% lugar ficou com a empresa chinesa.

Restante do pódio

A líder de vendas no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, é a Fiat. A marca italiana ficou com uma fatia de 23,08% das vendas, um crescimento em relação a 2020, quando ocupava o terceiro lugar, com 16,5%.

A vice-liderança é da Volkswagen (16,5%), seguida pela General Motors (9,86%). Esta última era a primeira do ranking no ano passado, caiu de posição devido à paralisação da fábrica de Gravataí (RS), que produz o Onix, modelo mais vendido em 2020 - por falta de peças.