Mercado abrirá em 2 h 42 min

Pedro Scooby sobre coronavírus: "Mexe no bolso do rico"

Foto: Reprodução/Instagram (@pedroscooby)

Em uma foto com máscara de proteção, Pedro Scooby disse que o coronavírus não o fará parar. Os seguidores do surfista criticaram a mensagem, pois entenderam que ele estaria ironizando a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) para que todos evitem sair de casa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nos Stories do Instagram, Scooby se posicionou sobre a pandemia. Segundo ele, o coronavírus só está recebendo a devida atenção porque está atingindo todas as classes sociais. “A fome no mundo mata mais que o coronavírus e nunca vi ninguém fazendo toda essa movimentação mundial. A guerra do tráfico no Rio de Janeiro mata mais que a guerra da Síria e nunca vi essa mobilização”, iniciou.

Leia também:

O ex-namorado de Anitta afirmou ainda que a população passou anos sem educação e saúde de qualidade, então não é agora que vai entender que deve ficar em casa. “Sabe o que está acontecendo no Rio de Janeiro? A praia está lotada. Não só a praia, mas os restaurantes, festas, eventos”, observou.

Criado no subúrbio do Rio, Scooby falou que já teve muitas perdas e acha estranha a mobilização atual, embora reconheça a importância. “Vi vários amigos indo para o caminho errado por falta de oportunidade, educação. Várias pessoas morreram por bala perdida, fome, outros vírus. As pessoas só deram importância para o coronavírus porque está afetando todos. Mexe no bolso do rico que você vai ver o problema tendo a devida atenção”, criticou ele.

Antes de finalizar o desabafo, o atleta deixou claro que apoia as recomendações das autoridades e fez um apelo para que seus seguidores se previnam. “Tomara que isso abra a cabeça das pessoas para dar atenção para todos os problemas (...) Não é que eu ache que não tem que cuidar do coronavírus. Tem que cuidar muito. Cuidem-se bastante, façam o que puder para tornar isso menos doloroso possível. Diante de todo esse problema tem muita gente enriquecendo com isso, tirando proveito do sofrimento dos outros”, finalizou.