Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.857,25
    -1.718,22 (-1,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.755,93
    +81,63 (+0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,23
    -0,30 (-0,66%)
     
  • OURO

    1.780,30
    -7,80 (-0,44%)
     
  • BTC-USD

    19.412,60
    +1.061,16 (+5,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    381,22
    +16,62 (+4,56%)
     
  • S&P500

    3.618,13
    -20,22 (-0,56%)
     
  • DOW JONES

    29.589,14
    -321,23 (-1,07%)
     
  • FTSE

    6.266,19
    -101,39 (-1,59%)
     
  • HANG SENG

    26.341,49
    -553,19 (-2,06%)
     
  • NIKKEI

    26.433,62
    -211,09 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    12.264,00
    +6,50 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3920
    +0,0174 (+0,27%)
     

Pedidos semanais de auxílio-desemprego nos EUA caem a mínima em 7 meses

·1 minuto de leitura
Placa de emprego em restaurante de Miami
Placa de emprego em restaurante de Miami

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu para uma mínima em sete meses na semana passada, mas o ritmo de declínio desacelerou e melhorias adicionais podem ser limitadas pela pandemia e pela falta de estímulo fiscal adicional.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego totalizaram 709 mil em dado ajustado sazonalmente na semana encerrada em 7 de novembro, em comparação com 757 mil na semana anterior, disse o Departamento do Trabalho dos EUA nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters projetavam 735 mil solicitações na última semana.

(Por Lucia Mutikani)